SEM MEDO DO TRABALHO

Paulo Kobayashi começou a trabalhar no campo muito cedo, ajudando o pai na lavoura.

Mas o imigrante Shigueo Kobayashi e a esposa Sumyo queriam uma vida melhor para seus sete filhos. Paulo era o mais velho e foi estudar em escolas públicas do interior de São Paulo.

Aos 17 anos chegou a São Paulo para completar os estudos e trabalhar no banco América do Sul. Cursou as faculdades de Economia e Geografia da PUC de São Paulo.

A primeira ele parou no terceiro ano, quando percebeu que a Geografia e o ensino eram suas grandes paixões.

PROFESSOR KOBA, UM MESTRE ESPECIAL

Ainda na faculdade, Paulo começou a dar aulas nos cursos supletivos e vestibulares Dom Bosco, Patriarca e Santa Inês. A vocação natural fez dele um professor brilhante, carismático e muito querido pelos alunos. Logo foi contratado também pelo Objetivo, onde ficou por cerca de 20 anos, atuando como coordenador geral de Geografia.

Cerca de 500 mil alunos, hoje profissionais espalhados nas mais variadas áreas, tiveram a sorte de aprender não só os segredos da Terra, dos mapas ou do clima.

Em suas aulas, Paulo conseguia ampliar a visão dos alunos para questões universais. Não havia pressa ou limites para o ato de ensinar. E ele conseguia dosar seriedade e bom humor na medida certa para garantir o aprendizado.

Desses anos como professor de Geografia ele conseguiu a base para conhecer bem e debater todos os problemas da administração municipal, estadual e federal.

Em 1975, Paulo Kobayashi se candidatou pela primeira vez e foi eleito deputado estadual, fazendo parceria com o ex-professor do Objetivo, e hoje jornalista, Heródoto Barbeiro, da CBN e da TV Cultura.