A COLÔNIA, DO LADO ESQUERDO DO PEITO

Paulo Kobayashi foi um líder na comunidade oriental e teve todos os motivos para isso. Entre os seus maiores orgulhos está o fato de ter sido o primeiro nikkey a chegar à presidência da Câmara Municipal e Assembléia Legislativa.

Ele foi o único parlamentar nikkei do Congresso Brasileiro e Secretário Executivo do Grupo Parlamentar Brasil-Japão.

Em todas as ocasiões relacionadas à colônia japonesa Kobayashi sempre esteve presente. Como em junho de 1997, quando era Presidente da Assembléia Legislativa e recepcionou no Ibirapuera o Imperador Akihito e a imperatriz Michiko na grande festa promovida pela comunidade nipo-brasileira para homenageá-los.

ATUANTE

Com muito empenho, ele ajudou a resgatar a história da chegada dos primeiros imigrantes japoneses ao Brasil e tem o espírito japonês guiando seus atos, com respeito e gratidão.

Ficou emocionado ao receber a Suprema Honra ao Mérito da Universidade de Soka, do Japão.

Na ocasião, foi aclamado por unanimidade de votos do Conselho Diretor da Universidade para receber o prêmio.

Foi interlocutor no Japão para a concretização do acordo do Governo Mário Covas com o Governo Japonês e o Exibanc (JBIC) para o projeto de rebaixamento da Calha do Tietê, no valor de R$ 688,3 milhões, em execução no Governo Alckmin.

Em Fevereiro de 2001, ao lado do então Ministro da Saúde José Serra, Paulo Kobayashi fez parte da comitiva que esteve no Japão para assinar convênios no valor de 136 milhões de dólares para equipamentos hospitalares e combate ao Câncer, distribuídos em centenas de hospitais brasileiros.

“Em janeiro deste ano foi convidado oficialmente pelo Governo Japonês para visitar todas as instituições participantes das Relações Brasil-Japão. Entre elas, o Ministério das Relações Exteriores, o Príncipe Herdeiro, o Keidaren, a JICA, o JBIC, o Grupo Parlamentar Japão-Brasil e outros.

Visitou, ainda, a comunidade brasileira (dekasseguis) nos Estados de Aichi, Gifu e Gumma, para conhecer melhor a situação e as dificuldades que enfrentam no Japão. Nesta comissão, participa de todas as questões relativas às comunidades chinesas e coreanas no Brasil.”

NA AVENIDA

A ligação com a Colônia esteve presente em vários momentos da vida do deputado. Em 1998, por exemplo, ele participou com toda animação do desfile da Escola de Samba Vai-Vai, que levou para a avenida a história e a cultura do Japão com o tema “Banzai!Vai-Vai”.

A bela homenagem aos 90 anos da imigração japonesa no Brasil rendeu à escola o título de campeã. Kobayashi ajudou a escola a resgatar a história do Japão, ressaltando a cultura de trabalho e seriedade de seus antepassados.